14 de mar de 2012

Novidades do Cinnamon 1.4 - a interface do Linux Mint para o GNOME 3

O Cinnamon é um fork do GNOME Shell, que tenta oferecer um layout similar ao GNOME 2: um painel na parte inferior por padrão (opcionalmente, você pode usar dois painéis ou um painel no topo) que suporta autohide, applets, bandeja do sistema clássica, notificações tipo GNOME 2 e assim por diante, mas tudo isso rodando sobre o GNOME 3.

A grande mudança na edição 1.4 do Cinnamon é um comportamento novo para o hot corner (por padrão, no canto superior esquerdo) que agora pode funcionar tanto para a seleção do espaço de trabalho (se comporta como o plugin Expo do Compiz) ou para a seleção da janela (se parece com o plugin Scale do Compiz). Além disso, a posição do hot corner pode agora ser alterada.

Outras novidades:
  • novo applet de configuração do painel - que permite reiniciar o Cinnamon, restaurar todas as configurações padrão, entre outras opções;
  • modo de edição do painel;
  • melhorias nos menus (você pode usar arrastar e soltar para reorganizar, adicionar ou remover aplicativos dos seus favoritos, para reorganizar seus favoritos, adicionar aplicativos aos lançadores do painel);
  • novo editor de menu (uma ramificação do Alacarte);
  • muitas correções de bugs.

Vídeo demonstrativo:

Cinnamon 1.4 (GNOME Shell Fork)


Maiores informações no site oficial: Cinnamon 1.4 released

O Cinnamon 1.4 já está disponível nos repositórios do Linux Mint 12.

Para instruções de instalação - por sua conta e risco - no Ubuntu 11.10 e 12.04, acesse (em Inglês): Cinnamon 1.4 Released With New Hot Corner Behaviour, More

1 comentários

Unknown disse...

O cinnamon parece ser bem amigável ao invéz do mate,que por mim o mate estava deixando a desejar pra mim,o Linux mint 12 estava cheio de bug no meu pc,e reclamei no blog do mint para eles lerem e tomar umas providencias para o mint maya,e Felizmente! eles me atenderam e voltaram para a versão baseada no gnome 2,o mint foi conhecido por isso,ser mais funcional do que o próprio ubuntu que é práticamente o pai do Linuxmint. abraç...